quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Diretrizes do Dia do Jovem Tradicionalista - "Voluntariado: Resgatando o verdadeiro valor do tradicionalismo"

MOVIMENTO TRADICIONALISTA GAÚCHO - MTG
VICE-PRESIDÊNCIA DE CULTURA
DEPARTAMENTO JOVEM CENTRAL

DIA DO JOVEM TRADICIONALISTA
DATA: 05 de Setembro de 2017
TEMA: "Voluntariado: Resgatando o verdadeiro valor do tradicionalismo"


OBJETIVO: Os primórdios de nosso movimento foram fortemente cravados nas atitudes e atividades voluntárias. Quando criado o Grupo dos Oito, nunca foi pensado formar um movimento em que pessoas se beneficiassem financeiramente ou em busca de poderes, mas sim reafirmar a essência do gaúcho, povo conhecido por todo o mundo pela simplicidade, genuinidade e hospitalidade. Além de formar tradicionalistas, nosso movimento forma cidadãos de bem, cidadãos de caráter inigualável e por isso queremos contribuir um pouco mais para com nossa sociedade. Neste ano de reflexões no Movimento Tradicionalista Gaúcho, primando pela retomada de valores, pela busca de satisfazer-se junto a cada irmão, a cada amigo, estaremos trabalhando com o tema quinquenal no dia do jovem tradicionalista.

PROPOSTA:
- Que os jovens tradicionalistas de hoje, prestem singela homenagem aos cidadãos de bem de nossa sociedade. Que passem um dia em uma instituição carente (Asilo, Orfanato, APAE, Escola), que convidem a sociedade para adentrar em suas entidades tradicionalistas, fazendo o dia de alguém um pouco mais feliz, mostrando a todos que nossa cultura não se resume apenas em dança, que também podemos fazer uma "1ª Ronda Gaúcha" todos os anos, comemorando cada dia mais a nossa cultura e a nossa identidade. Podem ser realizadas atividades tais quais ocorreram no Julinho, nos primórdios de nossa história, podem ser feitos chimarrões festivos, oficinas de brinquedos e brincadeiras folclóricas, quiçá um resgate de danças, culinária, fazendo uma tertúlia e contagiando os convidados com a alegria e a simplicidade do povo sulino. Precisamos olhar para a geração dos próximos 50 anos do movimento, mas também precisamos trazer cada dia mais soldados para firmar e perpetuar nossas tradições ano após outro. Também precisamos olhar para trás e ver que cidadãos mais velhos, com valores antigos guardados dentro de si, têm muito a nos auxiliar e dessa forma, devemos ir até eles e mostrar o quanto a juventude tradicionalista repensa suas atitudes e lembra o real motivo da criação desta organização, zelar pela pureza e fidelidade dos nossos costumes regionais.
- Deverá ser postado nas redes sociais  com as hashtags #JovemPelaCultura   #70AnosDaChama    #VidaEternaPaixao
- Para finalizar a atividade, montar um relatório breve sobre a atividade, seguido de algumas fotos para comprovação e enviar para o e-mail 

PÚBLICO ALVO:
Prendas Adultas, Juvenis, Mirins, Peões, Guris e Piás, Estaduais, Regionais e de Entidades;
Simpatizantes do Movimento Tradicionalista Gaúcho e comunidade;
Tradicionalistas em geral;


INFORMAÇÕES: 
Vice-Presidência de Cultura – anyluiz@hotmail.com 
Diretor do Departamento Jovem – kelvynkrug@gmail.com - (54) 9 9649-5560
Vice-diretor - Eduardo Bittencourt - eduardobittencourt94@gmail.com
Porto Alegre, 14 de Maio de 2017

"... E compreender que para sermos parte viva dos que se foram, devemos manter muito além das aparências, para que sejamos marcas buenas, com iniciais de Rio Grande e estampa de querência."

Anijane Luiz dos Santos Varella – Vice-Presidente de Cultura do MTG/RS 
Kelvyn Krug – Diretor do Departamento Jovem do MTG/RS 

Adquira seu Passaporte para a República Rio-grandense


terça-feira, 15 de agosto de 2017

Mais de 10 mil crianças são aguardadas na Ciranda Escolar do Acampamento Farroupilha

            O Movimento Tradicionalista Gaúcho, gestor do Acampamento Farroupilha 2017, aguarda mais de 10 mil crianças para a programação da Ciranda Escolar. O projeto será desenvolvido pelas manhãs e tardes dos dias 4, 5, 6, 11, 12, 13, 14 e 15 de setembro, na Casa do Gaúcho, no Parque Maurício Sirotsky Sobrinho, tendo como público alvo crianças matriculadas nas escolas municipais, estaduais e particulares da Região Metropolitana.

            A programação prevê apresentação e oficina de danças, além de apresentações teatrais, sempre com temática tradicionalista, ensinando sobre indumentária, usos e costumes gaúchos. Uma parceria com o Sesc viabilizou atrações de danças folclóricas, teatro de bonecas, contação de histórias e causos.

            Segundo a coordenadora das atividades, Vera Meno Barreto, a procura por parte das escolas para agendamento já está intensa. “No ano passado atendemos 12 mil crianças e a tendência é que cheguemos a esse número de novo neste ano”, afirma.

            A participação das escolas se dá via agendamento, que pode ser feito pelo email vera.lucia.mb@hotmail.com e pelo telefone 51 99686.4166.
Foto: TV Tradição
Confira a programação

04 de setembro, segunda-feira, das 9 às 17h
05 de setembro, terça-feira, das 9h às 17h
06 de setembro, quarta-feira, das 10 às 16h (Programação Sesc - Danças Folclóricas)
11 de setembro, segunda-feira (10h/11h/14h/15h: Ciranda Escolar, na Casa do Gaúcho, Programação Sesc - Contos da Floresta, Apresentação:  Fantomania Teatro de Bonecos)
12 de setembro, terça-feira (10h/11h/14h/15h: Ciranda Escolar, na Casa do Gaúcho, Programação Sesc - Negrinho do Pastoreio, Apresentação: Fantomania Teatro de Bonecos)
13 de setembro, quarta-feira (10h/11h/14h/15h: Ciranda Escolar, na Casa do Gaúcho, Programação Sesc - Cantos e Contos do Rio Grande do Sul, Apresentação: Beto Hermann, na Casa do Gaúcho)
14 de setembro, quinta-feira (10h/11h/14h/15h: Ciranda Escolar, na Casa do Gaúcho, Programação Sesc – Causos do Romualdo, Apresentação: Coletivo Artístico Palco Aberto)
15 de setembro, sexta-feira (10h/11h/14h/15h: Ciranda Escolar, na Casa do Gaúcho, Programação Sesc – As Gineteadas do Valente Toninho Corre Mundo na Estância do Cidão Dornelles, Apresentação: Grupo TIA)

RESOLUÇÃO Nº 03/2017 - Regulamenta a forma de anúncio dos grupos de dança


Regulamenta a forma de anúncio dos grupos de danças nas diversas etapas do ENART, em consonância com a Resolução nº 08/14.

             Com a finalidade de valorizar as entidades tradicionalistas, suas histórias e os investimentos em atividades focadas na cultura, o Conselho Diretor, reunido ordinariamente, resolve que:

1. O anúncio da entidade que vai se apresentar e quais as danças que serão apresentadas, na fase inter-regional, final e na finalíssima do ENART deverá ser feita por uma das prendas adultas da entidade (DE FAIXA). Pode haver substituição da prenda, de uma fase para outra, desde que isso seja comunicado ao MTG com antecedência mínima de 8 dias.

2. A apresentação ocorre no momento imediatamente posterior à liberação do grupo de danças para apresentação e deverá constar, no mínimo, do seguinte:
a. Nome, cidade e RT da entidade;
b. Data de fundação;
c. Nome do primeiro Patrão e do Patrão atual;
d. Quais as danças que serão apresentadas;
e. Nome dos responsáveis técnicos pela apresentação (instrutor, coreógrafo, etc.).

3. A apresentação deve ser feita no meio da pista de danças, com utilização de microfone sem fio, estando a prenda com sua faixa, independentemente de ser ela integrante do grupo de danças ou não.

4. Essa regra deve ser obedecida pelos grupos de danças das forças A e B e a não observância dessa determinação implica na desclassificação do grupo de danças.

5. O nome, com informação da data de nascimento, da prenda que for apresentar a entidade, deverá ser informado ao MTG até a data do sorteio da ordem de apresentação para a etapa inter-regional do ENART, através de documento assinado pelo patrão da entidade.

Porto Alegre, 10 de agosto de 2017.

Nairo Callegaro 
Presidente do MTG

RESOLUÇÃO Nº 04/2017 - Fixa critérios e limites para as coreografias de entradas e saídas dos grupos de danças


Fixa critérios e limites para as coreografias de entradas e saídas dos grupos de danças nas Inter-regionais e no ENART.

           Com a finalidade de alcançar aos objetivos do Encontro de Artes e Tradição Gaúcha – ENART (artigo 2º do Regulamento), o Conselho Diretor do MTG resolve fixar critérios e estabelecer limites para as coreografias de entradas e saídas dos grupos de danças previstas no artigo 26 do Regulamento do ENART.

            Em complementação ao que determina o § 3º do artigo 26, deverão ser observados os seguintes requisitos para entradas e saídas:

1. Poderão ser inscritos até dois tradicionalistas, além dos integrantes dos grupos para manuseio dos elementos cenográficos que compõem as entradas e saídas, tanto para montagem antes da apresentação, quanto para retirada do material no seu final, para isso deverão estar devidamente pilchados;

2. Nenhum elemento do cenário poderá permanecer sobre o tablado dedicado à execução das danças e aqueles que permanecerem no entorno do tablado não poderão possuir altura superior a um metro, evitando prejudicar a visão das pessoas sentadas nas arquibancadas ou que se encontrarem em pé no entorno do tablado.

3. É proibido o uso de qualquer material pirotécnico, que utilize fogo, fumaça ou qualquer forma de explosão.

4. Fica proibida a colocação prévia de material cenográfico, utilizado para as entradas e saídas, no interior dos locais das apresentações do grupo. Todo o material será introduzido no local das apresentações nos momentos que antecedem a apresentação do grupo de danças.

5. Logo após a apresentação, todo o material deverá ser retirado do prédio em que ocorrerem as apresentações.

6. O descumprimento dessas determinações, assim como do que estabelece o § 3º do artigo 26 do Regulamento do ENART, acarretará a desclassificação do grupo de danças no concurso de danças tradicionais.

7. Esta Resolução entra em vigor nesta data e se aplica para as etapas Classificatórias, final e finalíssima do ENART.

Porto Alegre, 10 de agosto de 2017.

Nairo Callegaro
Presidente do MTG

‘Na chama da Tradição’ é música tema dos Festejos Farroupilhas


         O Movimento Tradicionalista Gaúcho, durante a solenidade de distribuição da Chama Crioula, realizada no dia 12 no município de Mostardas, fez o lançamento oficial da música dos Festejos Farroupilhas. Com letra e música de Érlon Péricles, a música “Na chama da tradição” tem interpretação de Érlon Péricles e Cristiano Quevedo, com Guilherme Castilhos nos violões e contrabaixo. Confira:


NA CHAMA DA TRADIÇÃO
(TEMA DOS FESTEJOS FARROUPILHAS 2017)

Vejo no lume da nossa CHAMA CRIOULA
O mesmo brilho que guiou os ancestrais,
Fogo de luta, valentia e liberdade,
Pela conquista de direitos mais iguais.

Chama que ascende nosso orgulho de gaúcho
E deixa em brasa a alma tradicionalista
Mostrando a força regional do gauchismo
Louvando os feitos dos heróis idealistas.

- “NOS DÊ COMANDO”... GENERAL BENTO GONÇALVEZ...
ESTAMOS PRONTOS PRA SEGUIR NESSA MISSÃO!
CADA GAÚCHO TEM NO PEITO UMA FAGULHA
DA CHAMA VIVA DA NOSSA REVOLUÇÃO!

Joaquim Teixeira, Antônio de Souza Neto,
O Garibaldi, o Canabarro e o Jardim.
Alguns dos nomes que marcaram nossa história
Armas em punho em cada toque de clarim.

Bento Manuel e o Vicente da Fontoura
Corte Real, Onofre Pires e outros mais,
Figuras fortes no comando das batalhas
Chamas acessas defendendo os ideais.

Bandeira hasteada sobre a luz da chama ardente
Reverenciando a saga revolucionária,
Guardando a glória dos farrapos que tombaram
Doando a vida pela causa libertária!

E em cada pago onde esta chama é cultuada
Novos gaúchos vão seguindo a velha trilha,
Candeeiro acesso, coração sempre aquecido,
Em cada ronda da Semana Farroupilha!

 Link do áudio: http://www.semanafarroupilha.com.br/noticias/98/na-chama-da-tradio--msica-tema-dos-festejos-farroupilhas

Primeira inter-regional do Enart acontece dias 26 e 27 de agosto

           O Movimento Tradicionalista Gaúcho realiza, nos dias 26 e 27 de agosto, a primeira inter-regional do Enart – Encontro de Artes e Tradição 2017. O evento será realizado em Uruguaiana, na 4ª Região Tradicionalista.

Confira a programação:

26 de agosto – sábado
8h30min: Palco 1 – Danças Tradicionais (Força B) (classificatória)
8h30min: Palco 2 – Danças de Salão (classificatória)
8h30min: Palco 3 – Solista Vocal Feminino (classificatória)
8h30min – Palco 4 – Solista Vocal Masculino (classificatória)
8h30min – Palco 5 – Declamação Feminino (classificatória)
8h30min – Palco 6 – Declamação Masculino (classificatória)
13h30min – Palco 1 – Abertura oficial da inter-regional
15h – Palco 7 – Chula

27 de agosto – Domingo
08h – Palco 01 - Final Danças Tradicionais – FORÇA B  e Final Danças Tradicionais – FORÇA A
09h – Palco 02 - Classificatória – Modalidade - Danças de Salão  
09h – Palco 03 - Final Solista Vocal Feminino e Final Solista Vocal Masculino
09h – Palco 04 – Gaita Piano, Gaita até 8 Baixos e Gaita Mais de 8 Baixos
09h – Palco 05 -  Final Declamação Masculina
09h – Palco 06 - Final Declamação Feminina e Causo

            Concorrem nesta etapa artistas das regiões 1, 3, 5, 6, 10, 14, 15, 17, 22 e 25. As demais inter-regionais acontecem dia 30 de setembro e 21 e 22 de outubro. Os eventos são classificatórios para a grande final, que acontece em Santa Cruz do Sul em novembro.  Tablado: 10m x 14m



sexta-feira, 11 de agosto de 2017

MTG adere ao "Eles por Elas"

           O Movimento Tradicionalista Gaúcho, na quinta-feira, 10 de agosto, aderiu ao programa “Eles por Elas”, desenvolvido pela ONU – Organização das Nações Unidas. A solenidade aconteceu na Assembleia Legislativa, durante ato em homenagem às novas gestões de Prendas e Peões do Rio Grande do Sul, com a presença da diretoria, tradicionalistas e comunidade.

           Segundo o presidente do MTG, Nairo Callegaro, trata-se de uma oportuna iniciativa pela igualdade de gênero e a entidade se envolverá desde a base, nas entidades tradicionalistas.


O Movimento ElesPorElas (HeForShe)

            Criado pela ONU Mulheres, a Entidade das Nações Unidas para a Igualdade de Gênero e o Empoderamento das Mulheres, o movimento ElesPorElas (HeForShe) é um esforço global para envolver homens e meninos na remoção das barreiras sociais e culturais que impedem as mulheres de atingir seu potencial, e ajudar homens e mulheres a modelarem juntos uma nova sociedade.

             O alcance da igualdade de gênero requer uma abordagem inclusiva, que reconheça o papel fundamental de homens e meninos como parceiros dos direitos das mulheres e detentores de necessidades próprias baseadas na obtenção deste equilíbrio. O movimento ElesPorElas (HeForShe) convoca homens e meninos como parceiros igualitários na elaboração e implementação de uma visão comum da igualdade de gênero que beneficiará toda a humanidade.

            A meta é ambiciosa: garantir o compromisso de 1 bilhão de homens de apoiar a igualdade de gênero e o empoderamento das mulheres, começando com uma mensagem positiva simples e rumo ao envolvimento mais profundo através da adoção de medidas específicas que contribuam para a mudança social.

             Objetivo - O movimento ElesPorElas (HeForShe) tem como objetivo engajar homens e meninos para novas relações de gênero sem atitudes e comportamentos machistas. Para a ONU Mulheres, a voz dos homens é poderosa para difundir para o mundo inteiro que a igualdade para todas as mulheres e meninas é uma causa de toda a humanidade.

            Nesse sentido, ElesPorElas quer ampliar o diálogo sobre os direitos das mulheres e acelerar os progressos para alcançar a igualdade de gênero. Isto será obtido através de uma reformulação da igualdade de gênero, fazendo que esta deixe de ser uma questão das mulheres para se tornar uma questão que exige a participação de homens e mulheres, beneficiando toda a sociedade nos âmbitos social, político e econômico.

            Estratégia global - O movimento ElesPorElas está organizado nos seguintes princípios:

Atenção: educação, sensibilização e conscientização

             Homens se identifiquem com as questões da igualdade de gênero, reconhecendo o papel fundamental que eles podem desempenhar para acabar com a desigualdade enfrentada por mulheres e meninas em todo o mundo, em suas próprias vidas e também em níveis mais estruturais em suas comunidades.

Argumentação: impacto através de políticas e planejamento

              Apoia a agenda de políticas e planejamento da ONU Mulheres, envolvendo homens e meninos na realização de seus objetivos estratégicos: Empoderamento Econômico das Mulheres; Fim da Violência Contra as Mulheres; Governança e Liderança; e Paz e Segurança.

Ação: captação de recursos e outras ações

             Diretrizes de implementação abrangentes, possibilitando a mobilização social de indivíduos, governos, ONGs, agências das Nações Unidas, universidades e empresas. O programa-piloto “Impacto 10x10x10″ é uma proposta para o envolvimento de governos, empresas e universidade.
Com informações do ONU Mulheres (www.onumulheres.org.br)

Sandra Veroneze
Assessoria Imprensa MTG

Divulgada Programação Oficial do Acampamento Farroupilha

            O Movimento Tradicionalista Gaúcho divulgou, na tarde desta quarta-feira, 9 de agosto, a Programação Oficial do Acampamento Farroupilha 2017. O evento acontecerá de 7 a 20 de setembro no Parque Maurício Sirotsky Sobrinho, em Porto Alegre.

             Segundo o presidente do MTG, Nairo Callegaro, houve um forte empenho de toda equipe técnica do evento para desenvolver uma programação completa e diversificada, para apreciadores de todas as idades e de várias vertentes da cultura gaúcha. “Temos atrações pra crianças, jovens, adultos, na campeira, na artística, na gastronomia, enfim, pra todos os gostos e idades”, afirmou.

            Callegaro destaca que todas as entidades tradicionalistas acampadas desenvolverão projetos culturais voltados para o público que frequenta o acampamento e que a absoluta maioria das atrações é grátis. “É um evento popular. Que sejam todos bem-vindos”, afirmou.

           Confira a programação:

           Programação Acampamento Farroupilha 2017

 04 de setembro, segunda-feira
09h às 17h: Ciranda Escolar, na Casa do Gaúcho

05 de setembro, terça-feira
09 às 17h: Ciranda Escolar, na Casa do Gaúcho

06 de setembro, quarta-feira
10h/11h/14h/15h: Ciranda Escolar, na Casa do Gaúcho
Programação Sesc - Danças Folclóricas
23h: Baile com os Monarcas, na Casa do Gaúcho

07 de setembro, quinta-feira
18h: Chegada da Chama Crioula e Abertura Oficial, no Palco Principal
19h30min: Show de Abertura com Pedro Ortaça, no Palco Principal
20h30min: Show com Tatiele Bueno, no Palco Principal
21h: Apresentação Cultural de Dança com o CTG Tiarayu, de Porto Alegre, no Palco Principal

08 de setembro, sexta-feira
12h30min às 18h: 6º Festival Reculutando a Potrada, no Palco Principal
14h: Rodeio Semana Farroupilha, na Fazendinha
20h15min: Show com o Grupo The Alpargatas, no Palco Principal
21h30min: Apresentação Cultural com o CPF Piá do Sul, no Palco Principal
22h30min: Show com Jader Leal, no Palco Principal
23h: Baile com Joca Martins e Alma Gaudéria, na Casa do Gaúcho

09 de setembro, sábado (Programação Internacional)
08h: Rodeio Semana Farroupilha (continuação) na Fazendinha
09h às 16h: Prova de Vaca Parada, na Casa do Gaúcho
12h30min às 18h: 6º Festival Reculutando a Potrada, no Palco Principal
19h: Show com Quarteto Yangos, no Palco Principal
20h30min: Apresentação Cultural de Dança com CTG Turíbio Veríssimo, de Cruz Alta, no Palco Principal
21h30min: Show com Noite Chamameceira, de Corrientes (Argentina), no Palco Principal
23h: Baile com Luiz Marenco e Machado e Marcelo do Tchê, na Casa do Gaúcho

10 de setembro, domingo
08h: Rodeio Semana Farroupilha (continuação) na Fazendinha
09h às 14h: Festival de Trova, na Casa do Gaúcho
12h30min às 17h30min: 6º Festival Reculutando a Potrada, no Palco Principal
17h30min: Show com Irmãos Ribas, no Palco Principal
18h30min: Apresentação Cultural de Dança com União Gaúcha João Simões Lopes Neto, de Pelotas, no Palco Principal
19h30min: Show com Elton Saldanha, no Palco Principal
23h: Baile com João Luiz Correa, na Casa do Gaúcho

11 de setembro, segunda-feira
10h/11h/14h/15h: Ciranda Escolar, na Casa do Gaúcho
Programação Sesc - Contos da Floresta
Apresentação:  Fantomania Teatro de Bonecos
18h: Apresentação de Danças Tradicionais, no Palco Principal
20h: Show com Orquestra de Bombo Leguero e Ernesto Fagundes, no Palco Principal
21h30min: Apresentação Musical com Quinteto de Garibaldi, no Palco Principal

12 de setembro, terça-feira
10h/11h/14h/15h: Ciranda Escolar, na Casa do Gaúcho
Programação Sesc - Negrinho do Pastoreio
Apresentação: Fantomania Teatro de Bonecos
18h: Apresentação de Danças Tradicionais, no Palco Principal
20h: Show da Família Lima, no Palco Principal

13 de setembro, quarta-feira
10h/11h/14h/15h: Ciranda Escolar, na Casa do Gaúcho
Programação Sesc - Cantos e Contos do Rio Grande do Sul
Apresentação: Beto Hermann, na Casa do Gaúcho
18h: Apresentação de Danças Tradicionais, no Palco Principal
20h: Show com Renato Borghetti, no Palco Principal
21:30 – Apresentação Musical Orquestra Jovem do Rio Grande do Sul, no Palco Principal
23h: Baile com Os Mateadores, na Casa do Gaúcho

14 de setembro, quinta-feira
10h/11h/14h/15h: Ciranda Escolar, na Casa do Gaúcho
Programação Sesc – Causos do Romualdo
Apresentação: Coletivo Artístico Palco Aberto
18h: Apresentação de Danças Tradicionais, no Palco Principal
20h: Apresentação Camerata Pampeana e Maestro Tasso com o espetáculo "Alma Farroupilha", no Palco Principal
23h: Baile com Grupo Rodeio, na Casa do Gaúcho

15 de setembro, sexta-feira
10h/11h/14h/15h: Ciranda Escolar, na Casa do Gaúcho
Programação Sesc – As Gineteadas do Valente Toninho Corre Mundo na Estância do Cidão Dornelles
Apresentação: Grupo TIA
17h: Show com De Lima e Leninha, no Palco Principal
18h: Apresentação Cultural de Dança com CTG Lanceiros de Santa Cruz, de Santa Cruz do Sul, no Palco Principal
19h15min: Show com Luis Arnobio, no Palco Principal
20h15min: Show Os Fagundes, no Palco Principal
21h15min: Apresentação com Rodrigo Solton - Espetáculo "Um Piano no Campo Largo", no Palco Principal
23h: Baile com Tchê Guri e Gurias Gaúchas, na Casa do Gaúcho

16 de setembro, sábado
09h às 14h30min: Festival de Chula, no Palco Principal
17h30min: Apresentação Cultural com Orquestra Jovem IPADAE, no Palco Principal
19h: Programação SESC, Show de Thomas Machado e Irmão Machado, no Palco Principal
20h: Danças Folclóricas, no Palco Principal
20h30min: Show com Liane Tavares – Tributo à Mulher Gaúcha, no Palco Principal
21h30min: Apresentação Cultural de Dança com CTG Brigadeiro Raphael Pinto Bandeira, de Pelotas, no Palco Principal
23h: Baile com César Oliveira e Rogério Melo e Moisés Oliveira na Casa do Gaúcho

17 de setembro, domingo
09h às 15h30min: Festival de Danças Entrada / Saída, no Palco Principal
10h: Desfile Temático, na Avenida Edvaldo Pereira Paiva
17h: Apresentação Cultural Infantil: Aventuras da Terra Gaúcha, no Palco Principal
18h30min: Show com Analise Severo e Jean Kirchoff, no Palco Principal
19h30min: Show com Cristiano Quevedo, no Palco Principal
20h30min: Apresentação Cultural de Dança com DTG Noel Guarani, de Santa Maria, no Palco Principal
23h: Baile com Baitaca e Grupo Quero-Quero, na Casa do Gaúcho

18 de setembro, segunda-feira
19h30min: Show com Márcio Paludo, no Palco Principal
20h30min: Apresentação Cultural de Dança, no Palco Principal
21h30min: Show com Grupo Mas que Tal, no Palco Principal
23h: Baile com Xirú Missioneiro e Grupo Minuano, na Casa do Gaúcho

19 de setembro, terça-feira, pré feriado
18h: Show com Irmãos Ribas, no Palco Principal
19h: Show com Murielzinho, no Palco Principal
20h30min: Apresentação Cultural de Dança com GF Chão Batido, de Ijuí, no Palco Principal
21h30min: Show com Marcelo Caminha, no Palco Principal
23h: Baile com Brunetto y Santafé Beira d´Estrada e Roger Moraes na Casa do Gaúcho
24h: Momento Solene em Homenagem ao Dia do Gaúcho

20 de setembro, quarta-feira, feriado
08h: Desfile Tradicional, na Avenida Edvaldo Pereira Paiva
17h30min: Apresentação Cultural: Barbosa Lessa – 15 anos de Saudade, no Palco Principal
18h30min: Show com Augusto Camargo e Bruna Scopel, no Palco Principal
19h30min: Solenidade de encerramento do Acampamento Farroupilha com a extinção da Chama Crioula, no Palco Principal
20h30min: Show de Encerramento, com Erlon Péricles, no Palco Principal

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Extra!!! Extra!!! Saiu o Eco da Tradição de agosto

Leia o Eco da Tradição de agosto

Editorial - "As lições do Brasil de Bombachas"

Chama Crioula - Acendimento será neste final de semana em Mostardas

Tiro de Laço - 65 anos da história desta atividade de forma competitiva

84ª Convenção - As grandes decisões do tradicionalismo 

Livro - Cristiano Barbosa lança seu livro de bailares

Entrevistas - Com as prendas Mirins do RS

CTG Tiarayu - Novas prendas e Peões da entidade

Zeno Dias Chaves completa 90 anos e é homenageado pela 18ªRT

Editorial do presidente - As lições do “Brasil de Bombachas”

            A vida nos coloca diante de muitos desafios e o tamanho e a dimensão deles são verdadeiras surpresas. Algumas são positivas e outras tantas são capazes de nos fazerem crescer e buscar o entendimento e compreensão de que estamos no local por algo que a vida vai mostrar.

            Talvez seja a missão de cada um, a nossa missão. O que podemos dizer é que são sentimentos que nos movem, incompreendidos por uma minoria incapaz de perceber o bem que podemos fazer e a luta que travamos para fazer valer valores nos quais acreditamos, valores que nos foram passados e que são tão caros e muito verdadeiros.

            Experiências nos trazem a luz destes verdadeiros compromissos estabelecidos com a grande coletividade, nos fazem acreditar mais, fazem  perceber que todo o sacrifício é algo que um dia será reconhecido. Pequenas ações, pequenos movimentos demonstram este caminhar, fortalecem e firmam nossas pegadas.

            Digo e faço estas considerações porque fazemos parte de um movimento organizado que preserva a manutenção e continuidade desta luta iniciada há 70 anos. Quando da realização do Rodeio Nacional de Querência, no Mato Grosso, organizado por nossa confederação, a CBTG, comprovamos o quanto é compensadora esta luta, este sentimento que cada gaúcho carrega por qualquer lugar que ande pelo Brasil e o Mundo, consolidado em cada ato e ação, o sentimento de pertencimento de nossa identidade regional.

           Em que momento vamos perceber esta grandiosidade e transformá-la em ações efetivas de construção social e coletiva, deixarmos de lado, agirmos com menos intensidade em competições e sim exaltarmos os objetivos do início do Movimento? Temos que nos aperceber da grandiosidade do sentimento que move a todos os Gaúchos que espalharam CTGs por este Brasil, com um único objetivo, não para competirem, mas sim para alicerçarem estes valores iniciais do nosso Movimento e consequentemente não perderem suas origens, suas referências.

           Este “Brasil de bombacha” ainda tem muito a nos ensinar e nós temos a responsabilidade e o respeito com todas estas pessoas que  amam e respeitam  de uma forma muito especial nossa cultura regional. Reforcei o que já tinha plena convicção: que nossa responsabilidade, aqui no Rio Grande, é muito grande na preservação dos sentimentos mais puros e autênticos de nossa cultura e tradição.

            Neste ano, em que completamos 70 anos do acendimento da chama crioula, devemos parar e refletir diante de todos estes movimentos sociais e nos perguntar quais destes movimentos verdadeiramente são comprometidos com os ideais de 1947. Será esta corrida incansável e sem limites por competição? Ou a preservação e manutenção deste sentimento que todos carregamos em um lugar muito especial de nosso peito? Estas perguntas merecem uma resposta capaz de nos remeter aos verdadeiros ideais de setembro de 47. Convido a todos para buscarem esta resposta agora no acendimento da chama na cidade de Mostardas. Vamos lá, juntos, mergulharmos em um profundo momento de reflexão e voltarmos àquele ato mágico, simples, mas de uma consciência social e coletiva incomparáveis. Até Mostardas.

Nairo Callegaro
Presidente do MTG

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Inter-regionais do Enart agruparão competidores por proximidade geográfica

            As três inter-regionais do Enart – Encontro de Artes e Tradição terão seus competidores definidos por proximidade geográfica na modalidade Danças Tradicionais, Forças A e B. A decisão foi tomada na 84ª Convenção Tradicionalista Gaúcha, realizada no final de semana em Lagoa Vermelha.

           Com autoria da diretoria do Movimento Tradicionalista Gaúcho, a proposta teve como relator o tradicionalista Alessandro Gradaschi. O principal objetivo da iniciativa é reduzir custos. Outra mudança aprovada foi a garantia de vagas, para a final, também na proporção de entidades concorrentes em cada uma das regiões a partir da média de participações nos últimos três anos.

            Segundo a proposta aprovada, as 30 regiões serão assim distribuídas:

Região Fronteira: RTs 3ª, 4ª, 5ª, 9ª, 10ª, 13ª, 14ª, 18ª, 20ª e 21ª;
Região Litoral: RTs 1ª, 2ª, 6ª, 12ª, 15ª, 16ª, 22ª, 23ª, 26ª e 30ª;
Região Serra: RTs 7ª, 8ª, 11ª, 17ª, 19ª, 24ª, 25ª, 27ª, 28ª e 29ª.
Foto: Deivis Bueno
            Pelo novo critério, segundo o presidente do MTG, Nairo Callegaro, e o vice-presidente Artístico, José Roberto Fishborn, quanto mais participantes uma região tiver, maior o número de vagas garantidas para a final, quando concorrem 40 grupos, dos quais 20 vão para a finalíssima. Segundo eles, as duas iniciativas (agrupamento por região e proporcionalidade das vagas) constituem um incentivo para que cada vez mais entidades tradicionalistas se inscrevam e participem, democratizando o evento e o tornando mais forte.

terça-feira, 1 de agosto de 2017

Acampamento Farroupilha de Porto Alegre é oficialmente lançado

            O Movimento Tradicionalista Gaúcho e a Prefeitura Municipal de Porto Alegre realizaram na manhã de terça-feira, 01 de agosto, no Salão Nobre do Paço dos Açorianos, o lançamento oficial da Programação do Acampamento Farroupilha, que acontece de 7 a 20 de setembro no Parque Maurício Sirotsky Sobrinho... 

            A solenidade reuniu autoridades municipais e tradicionalistas. "Na primeira reunião com o prefeito garanti que não estávamos aqui para pedir dinheiro; viemos aqui para juntos abrir picadas, fazer acontecer colaborativamente esse acampamento que é a Maior Festa Popular do Rio Grande do Sul", afirmou o presidente do MTG, Nairo Callegaro. Segundo ele, será construído um modelo novo, com superação de dificuldades, como já aconteceu no passado. “Temos muitos desafios a serem vencidos. Vamos superá-los. Somos parceiros e responsáveis. Não temos medo e vamos manter a unidade e civilidade, que são valores prezados pelo gaúcho, disse o presidente, garantindo que coragem, discernimento e vontade não faltam.

           O prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan Jr, em seu pronunciamento, fez um agradecimento especial ao MTG pelo empenho na realização do evento. “O MTG compreendeu o momento da cidade, de vida real, onde a estrutura pública está num momento de falência. O MTG em nenhum momento chantageou o governo municipal em virtude de não receber nenhum centavo público diretamente para viabilizar esse evento grandioso que vocês sempre fizeram e farão novamente neste ano”. Todos os serviços públicos estão todos à disposição, disse o prefeito. 

          O MTG é gestor e a Prefeitura Municipal fiscalizadora do Acampamento Farroupilha, que acontece de 7 a 20 de setembro no Parque Maurício Sirotsky Sobrinho, com ampla programação artística, cultural, campeira, gastronômica e festiva, trazendo para a capital do estado um pouco do campeirismo e da história do Rio Grande.

Foto: Anderson Hartmann

segunda-feira, 31 de julho de 2017

84ª Convenção Tradicionalista reúne centenas de pessoas em Lagoa Vermelha

           O 1º evento oficial, depois dos concursos regionais, reúne centenas de pessoas ligadas ao tradicionalismo na capital gaúcha do churrasco. Grandes decisões mexeram com regulamentos dos departamentos campeiro, artístico, cultural e de esportes.
             A Convenção Tradicionalista acontece anualmente (de forma ordinária) para aprovar, alterar ou reformar o Regulamento Geral do MTG, códigos e demais regulamentos; fixar os níveis das contribuições dos filiados e seu período de vigência; Criar, extinguir ou desmembrar Regiões Tradicionalistas. Este ano, a sede da 84ª edição foi Lagoa Vermelha, no CTG Alexandre Pato e reuniu mais de 600 tradicionalistas para debater as propostas que foram enviadas.
              Além dos debates das propostas que envolviam todos os departamentos (campeiro, artístico, cultural e de esportes) a convenção teve momento cultural onde foram apresentados causos e contos, de João Simões Lopes Neto além de musica. Os jovens, liderados pelas prendas e peões do RS, aproveitaram a grande participação e separaram em três grupos: mirins, juvenis e adultos para fazer atividades
 Algumas aprovações da Convenção.
Confira tudo no site: www.mtg.org.br

Aprovadas as propostas artísticas

Proposta: Referente ao número de componentes de músicos. Alterar para no mínimo 2 e no máximo 5 músicos nas forças A e B

Proposta: Refere-se a avaliação da música que compõem a nota final do grupo de danças não haverá graduação entre o 0,0 e 1,5 de cada quesito de avaliação, constatada a infração aos quesitos tradicionalidade e originalidade através da voluntária deturpação do ritmo, gênero ou inclusão ou supressão de elementos musicais fundamentais, o desconto será integral.

Proposta: Altera o tempo para a finalíssima de declamação (domingo) que será de até 12 (onze) minutos.

Proposta: No concurso de declamação, cada participante apresentará um, entre 3 (três) poemas de sua escolha, constantes de listagem apresentada à Comissão Avaliadora e escolhida mediante sorteio, no mínimo 10 (dez) minutos antes da apresentação. 

Proposta: Alterar o modelo de formação das inter-regionais, seguindo um critério de proximidade geográfica, permanecendo o agrupamento destas regiões. As vagas destinadas para a final será proporcional ao número de entidades participantes das forças A e B, nos últimos três anos. Sugestão de texto: Alteração do artigo 10 do Regulamento do ENART as 30 regiões serão assim distribuídas:

Região FRONTEIRA :    3, 4, 5, 9, 10, 13, 14, 18, 20 e 21
Região LITORAL:  1, 2, 6, 12, 15, 16, 22, 23, 26 e 30
Região SERRA:   7, 8, 11, 17, 19, 24, 25, 27, 28 e 29
            Na final, teremos 34 vagas e serão distribuídas pela média dos últimos três anos separadamente força A e B. Ou seja 100% corresponde a 34 vagas, o total dos participantes e o número de vagas será distribuído proporcionalmente as inscrições dos últimos anos.


 Aprovadas as propostas esportivas

Proposta: Em relação a Bocha Campeira o autor propõe diminuir a cancha de 40 x 10 metros para 34 x 10 metros, estagio no 10 e 20 metros. Continuando com os 2 metros para iniciar a partida em cada cabeceira da cancha.   

Proposta: Na Bocha 48, limitar para o sexo feminino 9 metros de distância da linha de arremesso da bocha até do cepo. O sexo feminino arremessará de uma distância menor, devido as suas características físicas.

Proposta: Unificar as bochas campeira e 48, ou seja, quem jogar a bocha campeira poderá jogar a bocha 48 
Obs: quando a equipe de bocha campeira terminar sua partida, os atletas terão conforme orientação dos organizadores da modalidade, 15 minutos para se apresentar para comissão organizadora da bocha 48, para participar da modalidade.

Proposta: aumentar o número de equipes (participantes) por região, ou seja, bocha campeira 3 equipes, bocha 48 7 equipes, truco cego 7 equipes, truco de amostra 7 equipes, tava 7 equipes, tetarfe 7 equipes e solo 7 equipes. Com o aumento das vagas que já e um pedido de longa data, as regiões com maior disputa em certas modalidades, terão um número maior de vagas, assim abrilhantando mais o evento (2º ENECAMP).  













Nairo lançado presidente para 2018

       Em um pronunciamento conjunto, os coordenadores regionais, liderados pela coordenadora da 7ª Região Tradicionalista, Gilda Galeazzi, organizaram uma manifestação de apoio à reeleição do atual presidente do MTG, Nairo Callegaro, para a eleição em janeiro, no Congresso, na cidade de São Jerônimo. Após a manifestação dos coordenadores Nairo disse que não era sua intenção concorrer, pois tem muitos afazeres, pelo fato de não ser aposentado e depender de seu trabalho. “Mas fico feliz em ver que todos se uniram em torno de uma proposta mostrando que estamos indo pelo caminho certo”- afirmou. Ao usar a palavra, o coordenador Carlos Moser, da 30ªRT, chamou os conselheiros do MTG, que fazem parte da sua região e entregou um quadro com o apoio das entidades locais.





quarta-feira, 26 de julho de 2017

Alvorada sedia Cfor Básico

            O Departamento de Formação Tradicionalista do MTG abriu as inscrições para o Cfor Básico que acontece no dia 5 de agosto em Alvorada, das 9 às 18h, na Câmara Municipal de Vereadores (Rua Presidente Getúlio Vargas, nº 2266, Centro).

            O valor é R$ 65,00 e as inscrições podem ser feitas no link https://www.cursos.mtg.org.br/cfor-basico-1rt.

             O curso tem como temas História do Rio Grande do Sul; História do Tradicionalismo Gaúcho; Noções básicas da Cultura Gaúcha; Carta de Princípios; Gestão de Pessoas: liderança, relacionamento interpessoal e gerenciamento de conflito e Voluntariado.

MTG divulga proposições que serão apresentadas na Convenção Tradicionalista

              O Movimento Tradicionalista Gaúcho publicou em seu site, nesta semana, a íntegra das proposições que serão apresentadas na 84ª Convenção Tradicionalista, que acontece no dia 29 de julho, no CTG Alexandre Pato, em Lagoa Vermelha.

            Algumas delas se referem a alterações nos Regulamentos do Enart – Encontro de Artes e Tradição, Ciranda Cultural de Prendas, Entrevero Cultural de Peões, Campeiro e também no Regulamento Artístico do MTG, além de inclusão de normas e pré-requisitos para ser considerado um ‘Imortal’ do MTG e criação da Força "B", na modalidade Chula. 

             Segundo o presidente do MTG, Nairo Callegaro, a 84ª Convenção Tradicionalista será novamente um grande fórum de debates e decisões quanto à pauta tradicionalista, reforçando a filosofia de trabalho e tradição de diálogo e troca de ideias do Movimento. 

             As proposições podem ser acessadas no link http://www.mtg.org.br/noticias/105, onde também podem ser feitas as inscrições para quem pretende participar.



Inscrições para piquetes no Acampamento Farroupilha vão de 31 de julho a 04 de agosto

            Inicia no dia 31 de julho e se estende até 04 de agosto o período para inscrições de projetos culturais pelas entidades tradicionalistas interessadas em acampar no Acampamento Farroupilha de Porto Alegre.

            Podem ser apresentadas atividades culturais como:
I – Oficinas Culturais Temáticas – atividade que proponha a vivência da cultura gaúcha na sua essência, como por exemplo, de chimarrão contendo além da história desta bebida típica, a experimentação de como fazer a bebida;

II – Encenações Teatrais - forma literária  de apresentar uma passagem da história, normalmente constituída de diálogos entre personagens e destinada a ser encenada visando facilitar o entendimento do tema apresentado, como por exemplo, encenar a prisão de Bento Gonçalves no combate da Ilha do Fanfa;

III – Seminários - reunião especializada em que se debatem problemas científicos ou matérias expostas por seus participantes, como por exemplo, trazer um professor especializado em história gaúcha para debater um tema especifico;

IV – Mostra de Poesia e Declamação – reunião onde pessoas apresentam poesias e declamações que tenham relação com o tema proposto para os projetos;

V – Pesquisa

VI – Acervo e resgate histórico - resgate histórico e cultural, a partir por exemplo de  imagens fotográficas que traçam a história, assegurando que parte dessa memória não se perca, permitindo que as gerações revivam o passado, tomando conhecimento da história contada.

VII – Apresentações Musicais e Artísticas – promover o acesso aos bens culturais, através de espetáculos, shows, livros, obras de artes plásticas, músicas e filmes, estimulando o conhecimento sobre a história regional.

             Os projetos deverão ser direcionados para crianças, adolescentes e jovens, terceira idade, professores da rede pública de ensino, turista e visitantes do Acampamento e as inscrições devem ser realizadas no Centro Municipal de Cultura – Érico Veríssimo, 307 (Teatro Renascença) das 9h às 12h e das 13h30min às 17h, com apresentação dos documentos: alvará de 2016, ata de fundação do piquete, ata de eleição do novo patrão caso houver alteração de patronagem, nome e certificado de no mínimo dois brigadistas, comprovante de recolhimento da taxa de luz, água e lixo conforme tabela de Categoria de Piquete e o projeto cultural.

quarta-feira, 19 de julho de 2017

Abertas inscrições para a 3ª edição do Prêmio MTG de Jornalismo

                 O Movimento Tradicionalista Gaúcho abriu inscrições para a terceira edição do Prêmio MTG de Jornalismo. Poderão concorrer trabalhos jornalísticos veiculados em TVs, jornais, revistas, rádios, sites, blogs e fanpages, que se destaquem por ineditismo e/ou originalidade da abordagem do tradicionalismo gaúcho; pela consistência na divulgação e cobertura dos fatos tradicionalistas; capacidade de traduzir os fatos tradicionalistas para o leitor; pela contribuição para preservação da memória do tradicionalismo gaúcho; e contribuição para uma reflexão sobre a figura folclórica e simbologia do gaúcho.

               Segundo o presidente do MTG, Nairo Callegaro, a entrega dos troféus será realizada no Acampamento Farroupilha, em Porto Alegre, durante o mês de setembro.
O formulário para inscrições está disponível no link: https://form.jotformz.com/jrfischborn/Premio-MTG-Jornalismo-2017

Acampamento Farroupilha: MTG organizará as comemorações e a prefeitura fiscalizará as atividades

         A assinatura do termo de permissão de uso do Parque Maurício Sirotsky Sobrinho (Harmonia) para o Acampamento Farroupilha 2017 foi realizada na tarde desta terça-feira, dia 18, no Paço Municipal. Sem aporte de recursos por parte do município, o termo permite que o Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG) organize as comemorações da festa que promove a cultura gaúcha.
         

                A cerimônia contou com a participação do prefeito Nelson Marchezan Júnior, do vice-prefeito Gustavo Paim, do presidente do MTG, Nairioli Callegaro,  do Coordenador da 1ª Região Tradicionalista Luis Henrique Lamaison e dos secretários da Cultura, Luciano Alabarse, e do Meio Ambiente e da Sustentabilidade, Maurício Fernandes. De acordo com o termo de permissão, entre outras determinações, caberá ao município a fiscalização das atividades e também o acompanhamento do evento para que não ocorram danos ao meio ambiente.

                Já o MTG ficará com a responsabilidade de planejar e gerir o Acampamento Farroupilha. “Esse momento da assinatura é importante pois conclui o esforço da sociedade junto à prefeitura para a construção do Acampamento Farroupilha dentro da legalidade”, diz o presidente do MTG, Nairioli Callegaro.

              Com recursos financeiros limitados, devido à grave crise pela qual a prefeitura passa, e devido a apontamentos feitos pelo Ministério Público sobre o repasse feito em anos passados para a festa, a prefeitura propôs o termo para regular e profissionalizar o evento.

Com informações da Assessoria 
de Imprensa Prefeitura Municipal

segunda-feira, 17 de julho de 2017

Abertas inscrições para Cfor Patronagem

              O Movimento Tradicionalista Gaúcho realiza, no dia 19 de agosto, o Curso de Formação Tradicionalista voltado para patrões. O curso acontece em Fontoura Xavier, na 14ª Região Tradicionalista.

              O CFor Patronagem tem por objetivo de externar esclarecimentos para todos os interessados em atuar ou que já estão atuando em algum caro de liderança, junto à entidade ou região tradicionalista. Os conteúdos abrangem História do Rio Grande do Sul e do Movimento Tradicionalista Gaúcho, Estrutura e Funcionamento do MTG e de Centros de Tradições Gaúchas, Responsabilidades Fiscais e Legais do CTG, Lei do Voluntariado, Gestão de Pessoas e Administração de Conflitos, Eventos e Protocolos: organização e desenvolvimento; e Indumentária Gaúcha.

             O investimento é R$ 65,00 (sem refeições) e as inscrições podem ser feitas pelo link https://www.cursos.mtg.org.br/formulario-cfor-patronagem-14rt

sexta-feira, 14 de julho de 2017

Últimas vagas para Cfor de Três Passos

         O Movimento Tradicionalista Gaúcho está encerrando as inscrições para o Curso de Formação Tradicionalista – Cfor Básico, que será realizado no dia 23 de julho em Três Passos. Segundo o presidente da entidade, Nairo Callegaro, restam ainda algumas vagas.

          O Cfor Básico aborda temas como História do Rio Grande do Sul; História do Tradicionalismo Gaúcho; Noções básicas da Cultura Gaúcha; Carta de Princípios; Gestão de Pessoas: liderança, relacionamento interpessoal e gerenciamento de conflito e Voluntariado.

          Mais informações podem ser obtidas no site https://www.cursos.mtg.org.br e pelo e-mail cursos@mtg.org.br

Foto: Mauro Cezar Heinrich 

84ª Convenção Tradicionalista acontece em Lagoa Vermelha

           
            O Movimento Tradicionalista Gaúcho realiza, no dia 29 de julho, no CTG Alexandre Pato, em Lagoa Vermelha, a 84ª Convenção Tradicionalista. 

             Segundo o presidente do MTG, Nairo Callegaro, a Convenção Tradicionalista tem papel fundamental na revitalização do Movimento Tradicionalista, por reunir as principais lideranças e os jovens diretamente envolvidos com as principais atividades culturais realizadas no pago gaúcho. “Dos debates realizados nas Convenções resultam os rumos do Movimento, pois em suas plenárias decidem-se as normas que regem s relações internas e externas do MTG”, afirma.

             A Convenção Tradicionalista é o órgão integrado pelos membros do Conselho Diretor, Conselho de Vaqueanos, Junta Fiscal, Conselheiros Beneméritos e Coordenadores Regionais, que reúne-se ordinariamente, todos os anos, no mês de julho, em local fixado na Convenção anterior ou por convocação extraordinária.

            A primeira Convenção Tradicionalista foi realizada no ano de 1968, no CTG “Invernada do Chapadão”, em Jaguari, 10 ª Região Tradicionalista.

segunda-feira, 10 de julho de 2017

Editorial do Presidente - A Paixão Côrtes, nosso Muito Obrigado!

             Ao longo de nossas vidas percorremos muitos caminhos, nos quais vamos deixando nossa marca. Algumas são permanentes e outras não; pessoas, empresas, instituições e amigos, e àqueles que nos marcam devemos agradecer e reconhecer pelo bem que nos foi feito.

             Desta vida nada levamos, apenas deixamos marcas e temos que ter o extremo cuidado de fazer isto com muita responsabilidade. O mês de julho, para os tradicionalistas, deve ser um mês de agradecimento a um ser humano que nos marcou tão profundamente em nossas vidas e na forma de olharmos nossa sociedade, valorizando e descobrindo nossa identidade cultural regional, de nos reencontrarmos com nossa formação, com nossas origens.

              Falo aqui porque no dia 12 de julho completa 90 anos nosso querido amigo João Carlos Paixão Côrtes, um homem capaz de unir jovens e despertar de uma forma incontrolável este sentimento de pertencimento de nossa gente pela nossa cultura regional. Ele faz parte de um tempo em que grandes pensadores e intelectuais percorriam nosso meio de uma forma simples e contributiva a todo este processo que desencadeou em setembro de 1947 o surgimento do movimento organizado. O MTG é uma consequência do processo social iniciado neste período, desenvolvendo desde o início a capacidade de organizar e orientar, na medida do possível, esta caminhada em nossa sociedade.

             Vivemos um momento de profunda transição que com certeza deveríamos voltar aos ideais e princípios daqueles jovens liderados por Paixão Cortes. Vivemos o momento de retomarmos o chamado “Velho Tradicionalismo”, aquele que inspirou inúmeras pessoas a participarem deste movimento. Um tradicionalismo que aprendi com meus pais, e que alguns julgam como ultrapassado, mas que penso ser o verdadeiro e único caminho de reencontro com nossas origens.

              Neste cenário que nos encontramos devemos dar um muito obrigado muito especial em nome de todos os tradicionalistas, de nossa sociedade, pela insuperável contribuição de seu trabalho de pesquisa para com nossa cultura regional.

             Agradecer é pouco, reconhecer e lutar verdadeiramente por estes valores basilares de nossa identidade é nosso dever e obrigação, pela nossa consciência de implementarmos uma sociedade mais coletiva, mais justa e mais humana capaz de efetivamente mantermos nossa unidade com aquele espírito.

              Não podemos olhar a foto do Grupo dos Oito, a foto do acendimento da chama, do primeiro candeeiro, da primeira ronda ou do primeiro baile gaúcho e sermos somente saudosistas. Devemos nos reencontrar, voltar um pouco ao passado, buscarmos nossa essência, nossos referenciais. Qual tradicionalismo queremos continuar praticando?  Aquele em que nos perdemos em competição, em vaidades pessoais, disputas de poder, regras, ego...... ou aquele que começou com aqueles jovens de 1947? Aqueles jovens nunca imaginaram onde chegaríamos e o tamanho do movimento atualmente, mas tenho certeza de que gostariam que algumas questões fossem revistas e readequadas às suas origens.

             Nossa grande referência completa 90 anos. Neste dia 12 de julho, obrigado Paixão Côrtes por ter nos dado a oportunidade de descobrirmos e preservarmos nossas origens. Agradeço em meu nome e do Movimento Tradicionalista Gaúcho. Muita saúde e vida longa.

Nairo Callegaro
Presidente do MTG

Elma Sant’Ana é escolhida Patrona da Semana Farroupilha de 2017

            A escritora triunfense Elma Sant´Ana autora de diversos livros, entre eles: “Parteiras, Benzedeiras e Benzeduras” foi escolhida, na manhã desta segunda, 10, Patrona dos Festejos Farroupilhas do Rio Grande do Sul. Elma é geógrafa e pós-graduada em Ecologia Humana e Folclore. Autora de mais de 30 livros nas áreas de pesquisa de folclore, história, biografia, entre eles: “A Mulher na Guerra dos Farrapos”, “Menotti, o filho gaúcho de Anita e Garibaldi”, “Minha Amada Maria - Cartas dos Mucker”, “Garibaldi em São José do Norte – a luta pelo porto”, Meu nome é Anita”,com a atriz Suzana Saldanha, “Parteiras, Benzedeiras e Benzeduras”, “Don José Guasque”, “Triunfo na Linha do Tempo” entre outros. Idealizadora e presidente do Instituto Anita Garibaldi. É, também, idealizadora e presidente do Instituto Anita Garibaldi e ex-diretora do Instituto Estadual do Livro.

           Palestrante sobre a cultura gaúcha, em especial sobre a temática garibaldina, Elma é, também, conferencista sobre políticas públicas da cultura nos municípios do Rio Grande do Sul. Ministrante de oficinas literárias sobre o tema “Parteiras, Benzedeiras, Benzeduras”. Foi Patrona da Feira do Livro de Tramandaí ( 2007) e da Feira do Livro do Colégio Afonso Pena, de Paraiso do Sul  (2012).

            Na área cultural, foi Secretária de Turismo de Mostardas, Assessora Cultural, de Capivari do Sul e Igrejinha. Ex-conselheira no Conselho Estadual de Cultura, Assessora Cultural, da FAMURS. Recebeu a “Comenda Anita Garibaldi”, da Maçonaria, do Distrito Federal, “Troféu Guri”, da Rádio Gaúcha SAT, “Troféu Melhores Mulheres”, do Jornal do Comércio e a “Camélia de Ouro”, da cidade italiana de Velletri, entre outras homenagens. Foi diretora do Instituto Estadual do Livro em 2010 - órgão ligado à Secretaria de Estado da Cultura.


OBRAS LITERÁRIAS DE ELMA SANT´ANA
1-O Folclore da Mulher Gaúcha
2-Jacobina Maurer
3-Os Cavaleiros do Mar (com André Stolaruck)
4-Cavalgada em Revista ( com André Stolaruck)
5- Porto Alegre Eu TCHÊ amo ( poemas)
6- A Cavalo, ANITA GARIBALDI !
7-Menotti- o Garibaldi Brasileiro (traduzido para o italiano por Carla Falvino)
8- Memórias de ZÉ TERRA, o Tropeiro do litoral
9- Diário de uma cavalgada – Cavaleiros da Paz no Pantanal  ( com Peter Damborg)
10- Vilmar Romera – Do tamanho d Rio Grande
11- Jacobina – a líder dos Mucker
12- A odisséia de Garibaldi no Capivari ( com André Stolaruck)
13- Menotti – o filho gaúcho de Anita e Garibaldi
14- Bento e Garibaldi na Revolução Farroupilha (Memorial)
15- Garibaldi e  as Repúblicas do Sul (Memorial)
16- Minha Amada Maria – Cartas dos Mucker
17-Menotti – o filho brasileiro de Anita e Garibaldi ( com o Dep. Francisco Appio)
18- Garibaldi – A Cidade e o Herói (com Elenita Girondi)
19- O Folclore da Mulher Gaúcha (reeditado)
20- As Parteiras
21- Benzedeiras & Benzeduras ( com Delizabete Seggiaro)
22- O Folclore da Menstruação
23- Garibaldi em São José do Norte – A luta pelo Porto ( traduzido para o italiano por Gabriele Trentini)
24- Sonhos de Liberdade: O  legado de Bento Gonçalves, Garibaldi e Anita ( Organizado por Omar de Barros Filho, Ricardo Vaz Seelig e Sylvia Bojunga)
25 – Parteiras, Benzedeiras e Benzeduras
26 – A Cavalgada do Mar – 25 anos ( com João José de Oliveira Machado)
27 - A Mulher na Guerra dos Farrapos
28 - Arvorezinha na Linha do Tempo - 50 Anos
29 – Instituto Anita Garibaldi – 18 anos
30 – Don José Guasque: Da Espanha dos Bourbon ao Brasil Imperial e a
República Farroupilha
31- Biografias: Tributo a Jônio Salles, Triunfos de Breno Ferreira dos Santos e Uma Visão de Mundo – depoimentos de João Fabricio de Morais.

Elma se junta ao seleto grupo de patronos dos festejos farroupilhas, desde 2005
2005 – Luiz Alberto de Menezes
2006 – João Carlos D’Avila Paixão Cortes
2007 – Antonio Augusto Fagundes
2008 – Wilmar Winck de Souza
2009 – Telmo de Lima Freitas
2010 – Rodi Pedro Borghetti
2011 – Alcy José de Vargas Cheuiche
2012 – Nilza Lessa
2013 – Nésio Correa – Gildinho dos Monarcas
2014 – Benajmim Feltrin Netto
2015 – Padre Amadeu Gomes Canellas
2016 – Zeno Dias Chaves
2017 – Elma Sant’Ana