quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Diretrizes do Dia do Jovem Tradicionalista - "Voluntariado: Resgatando o verdadeiro valor do tradicionalismo"

MOVIMENTO TRADICIONALISTA GAÚCHO - MTG
VICE-PRESIDÊNCIA DE CULTURA
DEPARTAMENTO JOVEM CENTRAL

DIA DO JOVEM TRADICIONALISTA
DATA: 05 de Setembro de 2017
TEMA: "Voluntariado: Resgatando o verdadeiro valor do tradicionalismo"


OBJETIVO: Os primórdios de nosso movimento foram fortemente cravados nas atitudes e atividades voluntárias. Quando criado o Grupo dos Oito, nunca foi pensado formar um movimento em que pessoas se beneficiassem financeiramente ou em busca de poderes, mas sim reafirmar a essência do gaúcho, povo conhecido por todo o mundo pela simplicidade, genuinidade e hospitalidade. Além de formar tradicionalistas, nosso movimento forma cidadãos de bem, cidadãos de caráter inigualável e por isso queremos contribuir um pouco mais para com nossa sociedade. Neste ano de reflexões no Movimento Tradicionalista Gaúcho, primando pela retomada de valores, pela busca de satisfazer-se junto a cada irmão, a cada amigo, estaremos trabalhando com o tema quinquenal no dia do jovem tradicionalista.

PROPOSTA:
- Que os jovens tradicionalistas de hoje, prestem singela homenagem aos cidadãos de bem de nossa sociedade. Que passem um dia em uma instituição carente (Asilo, Orfanato, APAE, Escola), que convidem a sociedade para adentrar em suas entidades tradicionalistas, fazendo o dia de alguém um pouco mais feliz, mostrando a todos que nossa cultura não se resume apenas em dança, que também podemos fazer uma "1ª Ronda Gaúcha" todos os anos, comemorando cada dia mais a nossa cultura e a nossa identidade. Podem ser realizadas atividades tais quais ocorreram no Julinho, nos primórdios de nossa história, podem ser feitos chimarrões festivos, oficinas de brinquedos e brincadeiras folclóricas, quiçá um resgate de danças, culinária, fazendo uma tertúlia e contagiando os convidados com a alegria e a simplicidade do povo sulino. Precisamos olhar para a geração dos próximos 50 anos do movimento, mas também precisamos trazer cada dia mais soldados para firmar e perpetuar nossas tradições ano após outro. Também precisamos olhar para trás e ver que cidadãos mais velhos, com valores antigos guardados dentro de si, têm muito a nos auxiliar e dessa forma, devemos ir até eles e mostrar o quanto a juventude tradicionalista repensa suas atitudes e lembra o real motivo da criação desta organização, zelar pela pureza e fidelidade dos nossos costumes regionais.
- Deverá ser postado nas redes sociais  com as hashtags #JovemPelaCultura   #70AnosDaChama    #VidaEternaPaixao
- Para finalizar a atividade, montar um relatório breve sobre a atividade, seguido de algumas fotos para comprovação e enviar para o e-mail 

PÚBLICO ALVO:
Prendas Adultas, Juvenis, Mirins, Peões, Guris e Piás, Estaduais, Regionais e de Entidades;
Simpatizantes do Movimento Tradicionalista Gaúcho e comunidade;
Tradicionalistas em geral;


INFORMAÇÕES: 
Vice-Presidência de Cultura – anyluiz@hotmail.com 
Diretor do Departamento Jovem – kelvynkrug@gmail.com - (54) 9 9649-5560
Vice-diretor - Eduardo Bittencourt - eduardobittencourt94@gmail.com
Porto Alegre, 14 de Maio de 2017

"... E compreender que para sermos parte viva dos que se foram, devemos manter muito além das aparências, para que sejamos marcas buenas, com iniciais de Rio Grande e estampa de querência."

Anijane Luiz dos Santos Varella – Vice-Presidente de Cultura do MTG/RS 
Kelvyn Krug – Diretor do Departamento Jovem do MTG/RS 

Adquira seu Passaporte para a República Rio-grandense


terça-feira, 15 de agosto de 2017

Mais de 10 mil crianças são aguardadas na Ciranda Escolar do Acampamento Farroupilha

            O Movimento Tradicionalista Gaúcho, gestor do Acampamento Farroupilha 2017, aguarda mais de 10 mil crianças para a programação da Ciranda Escolar. O projeto será desenvolvido pelas manhãs e tardes dos dias 4, 5, 6, 11, 12, 13, 14 e 15 de setembro, na Casa do Gaúcho, no Parque Maurício Sirotsky Sobrinho, tendo como público alvo crianças matriculadas nas escolas municipais, estaduais e particulares da Região Metropolitana.

            A programação prevê apresentação e oficina de danças, além de apresentações teatrais, sempre com temática tradicionalista, ensinando sobre indumentária, usos e costumes gaúchos. Uma parceria com o Sesc viabilizou atrações de danças folclóricas, teatro de bonecas, contação de histórias e causos.

            Segundo a coordenadora das atividades, Vera Meno Barreto, a procura por parte das escolas para agendamento já está intensa. “No ano passado atendemos 12 mil crianças e a tendência é que cheguemos a esse número de novo neste ano”, afirma.

            A participação das escolas se dá via agendamento, que pode ser feito pelo email vera.lucia.mb@hotmail.com e pelo telefone 51 99686.4166.
Foto: TV Tradição
Confira a programação

04 de setembro, segunda-feira, das 9 às 17h
05 de setembro, terça-feira, das 9h às 17h
06 de setembro, quarta-feira, das 10 às 16h (Programação Sesc - Danças Folclóricas)
11 de setembro, segunda-feira (10h/11h/14h/15h: Ciranda Escolar, na Casa do Gaúcho, Programação Sesc - Contos da Floresta, Apresentação:  Fantomania Teatro de Bonecos)
12 de setembro, terça-feira (10h/11h/14h/15h: Ciranda Escolar, na Casa do Gaúcho, Programação Sesc - Negrinho do Pastoreio, Apresentação: Fantomania Teatro de Bonecos)
13 de setembro, quarta-feira (10h/11h/14h/15h: Ciranda Escolar, na Casa do Gaúcho, Programação Sesc - Cantos e Contos do Rio Grande do Sul, Apresentação: Beto Hermann, na Casa do Gaúcho)
14 de setembro, quinta-feira (10h/11h/14h/15h: Ciranda Escolar, na Casa do Gaúcho, Programação Sesc – Causos do Romualdo, Apresentação: Coletivo Artístico Palco Aberto)
15 de setembro, sexta-feira (10h/11h/14h/15h: Ciranda Escolar, na Casa do Gaúcho, Programação Sesc – As Gineteadas do Valente Toninho Corre Mundo na Estância do Cidão Dornelles, Apresentação: Grupo TIA)

RESOLUÇÃO Nº 03/2017 - Regulamenta a forma de anúncio dos grupos de dança


Regulamenta a forma de anúncio dos grupos de danças nas diversas etapas do ENART, em consonância com a Resolução nº 08/14.

             Com a finalidade de valorizar as entidades tradicionalistas, suas histórias e os investimentos em atividades focadas na cultura, o Conselho Diretor, reunido ordinariamente, resolve que:

1. O anúncio da entidade que vai se apresentar e quais as danças que serão apresentadas, na fase inter-regional, final e na finalíssima do ENART deverá ser feita por uma das prendas adultas da entidade (DE FAIXA). Pode haver substituição da prenda, de uma fase para outra, desde que isso seja comunicado ao MTG com antecedência mínima de 8 dias.

2. A apresentação ocorre no momento imediatamente posterior à liberação do grupo de danças para apresentação e deverá constar, no mínimo, do seguinte:
a. Nome, cidade e RT da entidade;
b. Data de fundação;
c. Nome do primeiro Patrão e do Patrão atual;
d. Quais as danças que serão apresentadas;
e. Nome dos responsáveis técnicos pela apresentação (instrutor, coreógrafo, etc.).

3. A apresentação deve ser feita no meio da pista de danças, com utilização de microfone sem fio, estando a prenda com sua faixa, independentemente de ser ela integrante do grupo de danças ou não.

4. Essa regra deve ser obedecida pelos grupos de danças das forças A e B e a não observância dessa determinação implica na desclassificação do grupo de danças.

5. O nome, com informação da data de nascimento, da prenda que for apresentar a entidade, deverá ser informado ao MTG até a data do sorteio da ordem de apresentação para a etapa inter-regional do ENART, através de documento assinado pelo patrão da entidade.

Porto Alegre, 10 de agosto de 2017.

Nairo Callegaro 
Presidente do MTG

RESOLUÇÃO Nº 04/2017 - Fixa critérios e limites para as coreografias de entradas e saídas dos grupos de danças


Fixa critérios e limites para as coreografias de entradas e saídas dos grupos de danças nas Inter-regionais e no ENART.

           Com a finalidade de alcançar aos objetivos do Encontro de Artes e Tradição Gaúcha – ENART (artigo 2º do Regulamento), o Conselho Diretor do MTG resolve fixar critérios e estabelecer limites para as coreografias de entradas e saídas dos grupos de danças previstas no artigo 26 do Regulamento do ENART.

            Em complementação ao que determina o § 3º do artigo 26, deverão ser observados os seguintes requisitos para entradas e saídas:

1. Poderão ser inscritos até dois tradicionalistas, além dos integrantes dos grupos para manuseio dos elementos cenográficos que compõem as entradas e saídas, tanto para montagem antes da apresentação, quanto para retirada do material no seu final, para isso deverão estar devidamente pilchados;

2. Nenhum elemento do cenário poderá permanecer sobre o tablado dedicado à execução das danças e aqueles que permanecerem no entorno do tablado não poderão possuir altura superior a um metro, evitando prejudicar a visão das pessoas sentadas nas arquibancadas ou que se encontrarem em pé no entorno do tablado.

3. É proibido o uso de qualquer material pirotécnico, que utilize fogo, fumaça ou qualquer forma de explosão.

4. Fica proibida a colocação prévia de material cenográfico, utilizado para as entradas e saídas, no interior dos locais das apresentações do grupo. Todo o material será introduzido no local das apresentações nos momentos que antecedem a apresentação do grupo de danças.

5. Logo após a apresentação, todo o material deverá ser retirado do prédio em que ocorrerem as apresentações.

6. O descumprimento dessas determinações, assim como do que estabelece o § 3º do artigo 26 do Regulamento do ENART, acarretará a desclassificação do grupo de danças no concurso de danças tradicionais.

7. Esta Resolução entra em vigor nesta data e se aplica para as etapas Classificatórias, final e finalíssima do ENART.

Porto Alegre, 10 de agosto de 2017.

Nairo Callegaro
Presidente do MTG

‘Na chama da Tradição’ é música tema dos Festejos Farroupilhas


         O Movimento Tradicionalista Gaúcho, durante a solenidade de distribuição da Chama Crioula, realizada no dia 12 no município de Mostardas, fez o lançamento oficial da música dos Festejos Farroupilhas. Com letra e música de Érlon Péricles, a música “Na chama da tradição” tem interpretação de Érlon Péricles e Cristiano Quevedo, com Guilherme Castilhos nos violões e contrabaixo. Confira:


NA CHAMA DA TRADIÇÃO
(TEMA DOS FESTEJOS FARROUPILHAS 2017)

Vejo no lume da nossa CHAMA CRIOULA
O mesmo brilho que guiou os ancestrais,
Fogo de luta, valentia e liberdade,
Pela conquista de direitos mais iguais.

Chama que ascende nosso orgulho de gaúcho
E deixa em brasa a alma tradicionalista
Mostrando a força regional do gauchismo
Louvando os feitos dos heróis idealistas.

- “NOS DÊ COMANDO”... GENERAL BENTO GONÇALVEZ...
ESTAMOS PRONTOS PRA SEGUIR NESSA MISSÃO!
CADA GAÚCHO TEM NO PEITO UMA FAGULHA
DA CHAMA VIVA DA NOSSA REVOLUÇÃO!

Joaquim Teixeira, Antônio de Souza Neto,
O Garibaldi, o Canabarro e o Jardim.
Alguns dos nomes que marcaram nossa história
Armas em punho em cada toque de clarim.

Bento Manuel e o Vicente da Fontoura
Corte Real, Onofre Pires e outros mais,
Figuras fortes no comando das batalhas
Chamas acessas defendendo os ideais.

Bandeira hasteada sobre a luz da chama ardente
Reverenciando a saga revolucionária,
Guardando a glória dos farrapos que tombaram
Doando a vida pela causa libertária!

E em cada pago onde esta chama é cultuada
Novos gaúchos vão seguindo a velha trilha,
Candeeiro acesso, coração sempre aquecido,
Em cada ronda da Semana Farroupilha!

 Link do áudio: http://www.semanafarroupilha.com.br/noticias/98/na-chama-da-tradio--msica-tema-dos-festejos-farroupilhas

Primeira inter-regional do Enart acontece dias 26 e 27 de agosto

           O Movimento Tradicionalista Gaúcho realiza, nos dias 26 e 27 de agosto, a primeira inter-regional do Enart – Encontro de Artes e Tradição 2017. O evento será realizado em Uruguaiana, na 4ª Região Tradicionalista.

Confira a programação:

26 de agosto – sábado
8h30min: Palco 1 – Danças Tradicionais (Força B) (classificatória)
8h30min: Palco 2 – Danças de Salão (classificatória)
8h30min: Palco 3 – Solista Vocal Feminino (classificatória)
8h30min – Palco 4 – Solista Vocal Masculino (classificatória)
8h30min – Palco 5 – Declamação Feminino (classificatória)
8h30min – Palco 6 – Declamação Masculino (classificatória)
13h30min – Palco 1 – Abertura oficial da inter-regional
15h – Palco 7 – Chula

27 de agosto – Domingo
08h – Palco 01 - Final Danças Tradicionais – FORÇA B  e Final Danças Tradicionais – FORÇA A
09h – Palco 02 - Classificatória – Modalidade - Danças de Salão  
09h – Palco 03 - Final Solista Vocal Feminino e Final Solista Vocal Masculino
09h – Palco 04 – Gaita Piano, Gaita até 8 Baixos e Gaita Mais de 8 Baixos
09h – Palco 05 -  Final Declamação Masculina
09h – Palco 06 - Final Declamação Feminina e Causo

            Concorrem nesta etapa artistas das regiões 1, 3, 5, 6, 10, 14, 15, 17, 22 e 25. As demais inter-regionais acontecem dia 30 de setembro e 21 e 22 de outubro. Os eventos são classificatórios para a grande final, que acontece em Santa Cruz do Sul em novembro.  Tablado: 10m x 14m